Congresso ABRE II 2019 – informações práticas

II Congresso da ABRE – Paris – 18-21 de setembro de 2019

Atenção!

Pedimos aos participantes do II Congresso ABRE que não deixem de buscar a sua pasta na recepção do congresso,  na EHESS (54 boulevard Raspail, 75006) no dia 18 de setembro, quarta-feira, ANTES de ir ao evento de abertura, no Museu do Quai Branly, pois dentro dela, há uma pulseira que dará acesso ao museu. Sem a pulseira, o acesso está comprometido. O mesmo ocorre para a mesa redonda e assembleia geral da ABRE (19/9) e o evento de encerramento, na Sala Olympe de Gouges (20/9).
 
As pulseiras que dão acesso a essas atividades são em número de três, conforme a imagem abaixo.
 
A utilização dessas pulseiras é absolutamente necessária, devido ao número limitado de lugares.
 
 

Perguntas mais frequentes:

 

1.  Qual o formato das apresentações?

R. Não existe um formato específico para as apresentações. O participante pode consultar o responsável pelo seu painel ou, no caso das sessões de comunicações individuais, como achar mais adequado.

2.  Quanto tempo devem ter as apresentações?

R. De 15 a 20 minutos.

3.  O tempo para perguntas/debate é logo após cada apresentação ou será ao final de todas de cada painel/sessão?

R. Cabe aos organizadores dos painéis decidirem sobre o assunto. No caso das sessões de comunicações individuais, esta questão deve ser definida entre os próprios participantes, já que não há moderador nestas mesas. Aconselhamos concentrar o debate no final e controlar o tempo de fala dos participantes.

4.  As comunicações serão publicadas posteriormente?

R. Não.

5.  O que é necessário para fazer uma apresentação com imagens?

R. É preciso que o participante traga o seu computador portátil. As salas são dotadas de projetores, mas não de computadores. Trazer apenas o pen drive não será suficiente. As salas são equipadas com cabos HDMI (imagem à esquerda) e VGA (imagem à direita). Qualquer outra forma de conexão não será compatível, o participante deve prever os adaptadores necessários para realizar a sua projeção. 

6.  Acompanhantes podem participar de todos os eventos do congresso?

R. Os painéis e sessões de comunicações individuais são abertos ao público (não há necessidade de inscrição). O os eventos de abertura  (18/9), mesa redonda e assembleia geral da ABRE (19/9) e encerramento (20/9) são restritos aos inscritos.

7.É preciso fazer inscrição ou pagar alguma taxa para participar do congresso como ouvinte?

R. Ver resposta acima.

8. Os participantes poderão utilizar a rede de conexão à internet (WiFi) da EHESS?

R. Conforme a legislação europeia em vigor, cada utilizador da rede de conexão à internet deverá ser identificado. Cada  participante receberá  um login e uma senha individual.

 

 

Se você deseja se tornar membro da ABRE, siga este link: ADESÃO

Dúvidas? Veja nossas respostas para as perguntas mais frequentes aqui neste link: FAQ

Ou entre em contato: abre.paris2019@gmail.com

Comissão executiva

Mônica Raisa Schpun (CRBC-EHESS, Vice-Presidente da ABRE, responsável pelo congresso)

Véronique Boyer (CNRS-EHESS)

Claudia Damasceno Fonseca (CRBC-EHESS)

Jean Hébrard (CRBC-EHESS)

Georg Wink (University of Copenhagen, membro do CE da ABRE)

 

Sónia Sofia Ferreira (CRIA/FCSH-NOVA, membro do CE da ABRE)

Sylvain Souchaud (IRD/URMIS – Paris Diderot)

Elise Capredon (CRBC-EHESS)

Marcia Langfeldt (CRBC-EHESS)

Vivian Braga (CRBC-EHESS

Conselho científico

Michel Agier (IRD-EHESS)
Robert Cabanes (IRD)
Martine Droulers (CNRS-CREDA)
Armelle Enders (Universidade Paris 8)
Benoît de L’Estoile (CNRS-EHESS/ENS)
Charlotte de Castelnau-L’Estoile (Universidade Paris Diderot)
Helena Hirata (CNRS-Cresppa/GTM)
Philippe Léna (IRD)

François-Michel Le Tourneau (CNRS-CREDA)
Michael Löwy (CNRS-EHESS)
Jaime Marques Pereira (Université de Picardie Jules Verne)

Jacqueline Penjon (Universidade Sorbonne Nouvelle)
Angelina Peralva (Universidade de Toulouse 2)
Claudia Poncioni (Universidade Sorbonne Nouvelle)
Edmond Préteceille (CNRS-SciencesPo)

Michel Riaudel (Sorbonne Université)
Pierre Salama (Universidade Paris 13)
Jorge Santiago (Universidade Lyon 2)
Laura de Mello e Souza (Sorbonne Université)
Hervé Théry (CNRS-CREDA)
Licia Valladares (Universidade Lille 1)
Dominique Vidal (Universidade Paris Diderot)
Laurent Vidal (Universidade de La Rochelle)